Cúpula latino-americana lançará "convocação global" para proteger Amazônia

Publicado em 05/09/2019 por Estado de Minas

A reunião de cúpula sobre a Amazônia, que na sexta-feira reunirá seis países latino-americanos na cidade colombiana de Letícia, lançará um apelo global para unir esforços para a conservação e proteção da floresta, afetada por incêndios e desmatamento, informou nesta quarta-feira o ministro das Relações Exteriores da Colômbia.
"Será feita uma grande convocação global para avançar nas atividades regionais para conservação, desenvolvimento tecnológico, coordenação de ações para a preservação da Amazônia", disse o ministro Carlos Holmes Trujillo em entrevista coletiva em Bogotá.
Segundo o chanceler colombiano, esta reunião convocada de forma urgente vai estabelecer o Pacto de Leticia pela Amazônia, que terá "ações concretas" e uma carta de compromissos para os países amazônicos, da região e da comunidade internacional para proteger a maior floresta tropical do mundo, essencial para o equilíbrio climático.
Além dos presidentes do Peru, Martín Vizcarra, e Colômbia, Iván Duque, que convocaram o encontro, participarão os chefes de Estado do Equador, Lenín Moreno, e da Bolívia, Evo Morales, o vice-presidente do Suriname, Ashwin Adhin, e o chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, que vai representar Jair Bolsonaro, que não viajará por conta questões médicas apesar de afirmar que participará por video-conferência.
O Brasil engloba 60% da floresta amazônica, enquanto o restante abrange Colômbia, Bolívia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela, além da Guiana Francesa.