Principal Estado produtor de óleo de palma da Malásia fecha instalações por coronavírus

Publicado em 25/03/2020 por MixVale

KUALA LUMPUR (Reuters) – O Estado malaio de Sabah determinou o fechamento das plantações de palma em três distritos após um surto de coronavírus originário de um evento religioso ocorrido em Kuala Lumpur, que também está relacionado a quase mil casos da doença no país.
A suspensão ocorre em um momento em que a segunda maior produtora de óleo de palma do mundo registra 106 novos casos de coronavírus, o que leva o total a 1.624 –mais alto nível do Sudeste da Ásia.
Sabah, Estado com maior produção de óleo de palma da Malásia, suspenderá operações em áreas de plantio e fábricas do produto nos distritos de Tawau, Lahad Datu e Kinabatangan entre esta semana e o final do mês, segundo aviso emitido pelo governo estadual nesta terça-feira.
“O fechamento das plantações e fábricas de óleo de palma visa evitar o movimento de trabalhadores, uma vez que há alguns deles em Tawau, Lahad Datu e Kinabatangan que testaram positivo para Covid-19”, disse o governo.
Sabah, que fica no leste do país, representa cerca de 25% da produção de óleo de palma da Malásia.
A empresa Sabah Softwoods Berhad (SSB) confirmou que sete de seus funcionários testaram positivo para o coronavírus.
(Reportagem de Mei Mei Chu e Joseph Sipalan)